Por Liliane Pedrosa 
20/03/2019 11:10:16 | Atualizada em

Yolanda Carvalho expõe no Peru

A gravura do Piauí cada dia mais se destaca dentro e fora do Brasil. No próximo dia 21 de março, na Galeria Tarsila do Amaral, que fica no Centro Cultural Brasil Peru, acontece exposição com a presença do trabalho da gravurista piauiense Yolanda Carvalho. O local fica na Embaixada do Brasil, no distrito de Miraflores, em Lima. O convite surgiu da artista Olga Flores Diaz, que é artista e professora em uma universidade do Peru. A mostra é uma homenagem pelo Dia Internacional da Mulher.

“No ano de 2006, a convite da artista plástica e gravadora Olga Flores Diaz, peruana, professora da Universidade de Lima, participei de um intercâmbio de gravuras. Agora no dia 21 de março, teremos nova participação, uma exposição com artistas peruanos e brasileiros, no Centro Cultural Brasil Peru”, diz Yolanda, revelando que está extremamente feliz com a parceria e a possibilidade de ampliar ainda mais o contato com outros artistas de fora, e trazendo todo esse conhecimento para os integrantes também do Núcleo de Pesquisa e Gravura do Piauí (Nugrappi). Espaço de pesquisa e estudo que foi criado na Universidade Federal do Piauí e tem como idealizadora Yolanda Carvalho.

“Estou muito feliz com essa parceria porque a cada dia você perceber que a gravura piauiense está tendo um reconhecimento e está sendo validada através das exposições e também pelo Núcleo de Pesquisa e Gravura do Piauí (Nugrappi). Nós retomamos nossas atividades e estamos preparando uma exposição támbém para a Itália. Em breve, estaremos mandando as gravuras para Bergamo e Milão e a mostra contará com a participação da artista italiana Mimma Maspoli. Essa parceria permanece. Existe a possibilidade da minha presença na abertura de Bergamo ou de Milão, mas ainda está tudo em estudo”, diz.

Mimma Maspoli já esteve no Brasil, inclusive, no atelier de Yolanda Carvalho, firmando daí uma parceria que tem se fortalecido desde então.

Para o Peru, além da exposição, ela pretende, em breve, também incentivar um intercâmbio, e a depender do entusiasmo das duas artistas, isso vai ser possível ainda este ano. “Estou agendando um intercâmbio de gravura Peru/Nugrappi/Piauí. Serão, na verdade, dois intercâmbios. Um na Itália e outro no Peru. Prazer muito grande de ver que nosso trabalho está sendo reconhecido, e quando penso que as coisas estão estagnadas, vem algo como essa exposição”.

Conheça as histórias mais inspiradoras de mulheres como você, que conquistaram seu espaço de trabalho, com muita luta e amor pelo que fazem.