Por cinthia lages
16/05/2019 12:06:26 | Atualizada em 16/05/2019 23:35:23

Viva o Nordeste: Água de Coco e Gisele Franck brilham no DFH

A abertura da edição 2019, ocorrida na noite de quarta,15, teve desfile de Gisele Franck, que apresentou uma coleção quase monocromática, toda feita em linho, com resgate de alguns pontos tradicionais do artesanato nordestino, como o “casinha de abelha”.

0M8A6195

 

0M8A6327

Os vestidos fluidos, mesclam romantismo e sensualidade que parecem saídos de uma cena de “Sonho de uma Noite de Verão”, de Shakespeare.

0M8A6207

A estilista define a apresentação como "um jardim de delicadezas", expressão mais do que acertada para o que se viu na noite desta quarta, no Aterro de Iracema. A forte influência do artista Ai Weiwei perpassa os modelos apresentados com emoção e gestos de amor. O  styling foi  pensado junto a chapeleira Jomara Cid. Os bordados são da artista Juliana Farias, Gisela faz uso da carnaúba, de fibras naturais, formas orgânicas e leves transformando o movimento das modelos que aparecem descalças e com cabelos soltos e  representam toda sua conectividade com a Terra.  A trilha sonora parte de alto mar. Assinada pelo Dj Malloy, com o canto das gaivotas e a aproximação da costa, a partir de então surge a obra de Gisela, numa ilha tropical onde todos são convidados a interagir com os encantos e as belezas das flores, da terra e da natureza.

 Mas se engana quem pensa que a coleção de Gisele é apenas um revival dos tempos da vovó! A estilista criou shapes modernos, que deram um ar "fresh" às saias e vestidos. Mas teve alfaiataria caprichada em calças e camisas.

RSB_7116

Na Água de Coco, Liana Thomaz, apostou nas raízes da marca, uma das mais importantes da indústria de beach wear, ao com de Asa RSB_6845

Branca, cantada por Xandi Avião, que subiu à passarela e só foi reconhecido depois.

Depois que ele saiu, um telão exibia imagens do sertão cearense com personagens do Cangaço. Sertanejos com o rosto enrugado pelo sol dividiam as atenções com os modelos que exibiram uma coleção com pouca estampa e muita beleza. As peças feitas em lurex marrom e o body ( esse sim, estampado, com imagens que também remetem à caatinga) mostram que sim, o beach wear é muito mais do que apenas um maiô ou um biquíni. Luxuosa e pronta para o mercado exterior, que tem sido foco da grife.

RSB_6506

O DFH prossegue até sábado com uma agenda de desfiles, shows e palestras.

Conheça as histórias mais inspiradoras de mulheres como você, que conquistaram seu espaço de trabalho, com muita luta e amor pelo que fazem.