Por Cinthia Lages
05/09/2019 20:35:13 | Atualizada em 05/09/2019 20:36:22

Elas são AgroTech

As mulheres venceram o grande desafio do  encontro da inovação agropecuária do Nordeste, o AGTech Meio-Norte e conquistaram os três principais prêmios. Lanna Isabely Morais Sinimbu apresentou o trabalho Instrumentação com Arduíno para construção de chocadeiras artesanais foi a grande vencedora. Vanessa Gomes de Moura, com o trabalho  Transferabilidade de marcadores microssatélites desenvolvidos para abelhas Melipona subnitida e Melipona fasciculata em Melipona marginata (Lepeletier) ficou em segundo lugar, seguida de  Gabriela Sabrine França Silva, com o trabalho Uso eficiente da terra no consórcio milho-braquiária sob diferentes densidades de semeadura da forrageira. 

No concurso de fotografias, as mulheres também se saíram melhor. Schirlayne de Sousa Lima da Silva obteve a primeira colocação com   Avaliação físico-química e nutricional de pólen apícola desidratado produzido nos municípios de Campo Maior e Teresina.

Durante o evento, a V Jornada Científica reuniu 109 trabalhos de estudantes de graduação e pós-graduação que participam de projetos da Embrapa e da Universidade Federal do Piauí (UFPI). No segmento de desafios Ideas For Farm, a equipe AgroFinanças foi a vencedora. Os estudantes Tayane Duartye Santos, José Bonifácio Filho e João Antônio de Sousa, apostaram em uma solução para gargalos na avicultura e criaram um game e um caderno de campo digital.

Como vencedora, a equipe vai participar do Pontes para Inovação, que é um programa vitrine de startup de parceiros da Embrapa. Os estudantes ganharam ainda um passaporte para o Sebrae Like a boss, uma plataforma digital voltada para apoiar os empreendedores de startups.

Ciência no Prato

O esperado segmento Ciência no Prato, que começou no início da tarde, lotou o auditório central.  Mariana Moraes e Herivelton Soares, professores do curso de gastronomia do Instituto Federal de Educação do Piauí, abriram o segmento.  Eles prepararam  e serviram os pratos: Salada de alface com vagens de feijão-caupi, Pão de forma de feijão-caupi, Croutôns de feijão-caupi, Brigadeiro de biomassa da banana verde com grilo, Suco detox com algas e Variação do rubacão com feijão-caupi ( feijão-de-corda) e tenébrios.

Logo depois, o chef paulistano Raul Godoy, um dos astros da gastronomia nacional, entrou na maratona culinária com os pratos Bolinho de capitão com camarão marinho e salada de algas e Cabra nativa em três texturas com pirão de leite. Com 13 anos de profissão, Godoy tem passagem por restaurantes como o Bio, em São Paulo, e Casa Malevo, em Londres. Este segmento foi um sucesso.

 

Conheça as histórias mais inspiradoras de mulheres como você, que conquistaram seu espaço de trabalho, com muita luta e amor pelo que fazem.