Por Redação
08/09/2019 15:27:28 | Atualizada em 08/09/2019 15:35:40

Aluna de Física vence desafio de inovação

A estudante LannaIsabely Morais Sinimbu e o orientador Prof. Dr. Alexandre de Castro Maciel, do Curso de Física da Universaidade Federal do Piauí (UFPI)  ganharam o 1° lugar com o trabalho “Instrumentação com Arduíno para construçao de Chocadeiras Artesanais” no AGTech Meio-Norte, primeiro grande encontro de inovação agropecuária do Nordeste, realizado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa Meio-Norte). Realizado em 2 meses, o projeto vencedor tem o objetivo de facilitar a etapa inicial da produção de frango de corte e beneficiar pequenos produtores. “Tive a ideia de instrumentalizar um projeto voltado para a área de agronomia, que pudesse gerar um impacto futuramente, juntando, também, o propósito de favorecer a sociedade. Então, comecei a estudar sobre o funcionamento das incubadoras de avinos e o que eu poderia implementar no meu trabalho para que o mecanismo se tornasse ideal", explica Lanna, que está no 8º perídoo do curso.

IMG_9493.jpg

Na categoria “V Jornada Científica”, estavam inscritos 109 trabalhos de Graduação e Pós-Graduação em atividade na UFPI e na Embrapa. Segundo Lanna, a tecnologia é uma alternativa mais acessível para os pequenos produtores da criação de aves. “A chocadeira artesanal veio como uma solução para o processo de eclosão dos ovos com um menor custo, maior eficiência e uma grande capacidade de adaptaçãoem relação aos produtos deste segmento no mercado”, completa a estudante. 

IMG_9469.jpg

LannaIsabely Morais Sinimbu e o prof.Dr.Alexandre Maciel

Para o Prof. Dr. Alexandre de Castro Maciel, docente do Departamento de Física da UFPI e orientador do projeto, o prêmio é resultado do esforço adquirido com os estudos desenvolvidos dentro da universidade. “No decorrer da Iniciação Científica, a Lanna aprendeu sobre algumas instrumentações que envolvem a parte de programação, aquisição de dados e montagens de sistemas. As técnicas em laboratório ajudaram na realização deste projeto que é um protótipo inteligente e que conseguimos baratear para a metade do preço comercializado no mercado”. 

A expansão da pesquisa é prevista, principalmente, por meios tecnológicos. O equipamento possui uma placa que é capaz de realizar o monitoramento via internet. “Pretendo ampliar a chocadeira artesanal, desenvolver novas habilidades e utilizar o material biológico para aprimorar a eficiência tecnológica do produto”, finaliza Lanna. 

Conheça as histórias mais inspiradoras de mulheres como você, que conquistaram seu espaço de trabalho, com muita luta e amor pelo que fazem.